Notícias

11 de junho | 13:06

A mineração na sua vida: Antônio Reginaldo (SGS Geosol)

Nós sempre discutimos a importância da mineração como alavancadora de mudanças nos rincões do Brasil. A partir de hoje, em uma série de entrevistas e reportagens, que serão feitas quinzenalmente, a ABPM quer mostrar como a mineração mudou e continua mudando a vida de pessoas que nasceram em uma realidade distinta, sem tantas oportunidades.

No primeiro post teremos a história de Antônio Reginaldo, da SGS Geosol, que foi lavrador em Canoinhas (SC) e chegou a trabalhar até no Zaire.

 

Antônio Reginaldo de Paula e Silva, de 59 anos, ex-supervisor de sondagem da Geosol, nasceu em Canoinhas (SC) e, mesmo com o nível de escolaridade fundamental, viu no setor mineral a oportunidade de conseguir alcançar seus objetivos e sonhos.

Diante da falta de recursos encontrada no fim da década de 70 e início de 80, Silva refletiu sobre sua vida profissional e pessoal e teve que decidir entre continuar a aceitar o que lhe era ofertado ou passar a ser agente transformador de sua própria vida e realidade.

Ao perceber o crescimento do setor mineral em sua região e ao ouvir propostas de emprego e melhorias, ele viu na Geosol – Geologia e Sondagens, empresa focada em tecnologia mineral e que oferece técnicas e soluções especiais de perfuração e sondagem, a grande oportunidade de mudar de vida e alcançar o crescimento profissional, pessoal e de seus familiares.

Dessa forma, no início da década de 80, ao deixar seus trabalhos na lavoura, percebeu o momento da mudança de mentalidade e deixou-se despertar para o novo. Apesar de toda mudança trazer consigo o medo, Silva o afastou com os diversos e motivadores aprendizados, com as inúmeras viagens, incluindo internacionais, onde trabalhou na província de Zaire (atualmente seu território forma a República Democrática do Congo) e pôde conhecer novas culturas, fazer novas amizades, que lhe renderam o apelido de “parceiro” pelo bom relacionamento no ambiente de trabalho e capacidade de ajudar os colegas.

A mineração refletiu positivamente em sua qualidade de vida. E após aprender, se aprimorar e receber a oportunidade de crescimento profissional conseguiu a tão sonhada estabilidade e tranquilidade da aposentadoria com 37 anos de carreira. E o seu bem-estar não existiria sem que ele e outras pessoas deixassem o preconceito e incompreensões históricas que impediriam a ampliação e o alcance de resultados positivos para ele e grande parte da sociedade brasileira.

Hoje, aposentado em sua cidade natal, empreendedor e criador de galos gigantes, torce para que mais pessoas tenham a sorte e o acesso à produtividade do setor. Também espera que ele se desenvolva sem os persistentes obstáculos que, infelizmente, travam a grande geração de empregos. Promover a ascensão socioeconômica de pessoas como o Antônio Reginaldo é o objetivo de qualquer política pública; e a mineração é um dos fatores a ser levado em consideração em planejamentos e execuções de projetos destinados ao progresso do país. “Quando você está no controle da sua vida, seu futuro se torna sua responsabilidade”, afirmou Silva.

Se você conhecer a história de alguma pessoa que foi modificada positivamente pela mineração, entre em contato conosco! Teremos o maior prazer em divulgá-la em nosso website e redes sociais!

Dúvidas ou sugestões
Estamos a disposição, caso tenha alguma dúvida ou sugestão, sinta se a vontade em entrar em contato conosco através dos contatos abaixo:
Fone: (61) 35477645
E-mail: abpm@abpm.net.br