Notícias

10 de maro | 00:35

ABPM em palestra no PDAC diverge de outras entidades internacionais e afirma que o Brasil está mudando para melhor

O presidente da ABPM, Luís Azevedo, convidado pela organização do PDAC, palestrou na segunda-feira (2) às 11h, na sessão “Trends In resource policies in The Americas: Opportunities and challenges” sobre o tema  “The mine environment In Brasil: Changes in rules and regulations”.

Tendo palestrado sobre as mudanças do Brasil, ele foi surpreendido por palestras anteriores que colocavam o Brasil numa posição inferior perante seus parceiros sul americanos, percepção equivocada e muito ruim para o nosso país, e que tem pelo visto se difundido e prejudicado o Brasil.

Luís Azevedo discordou das colocações que apontavam o Brasil como inferior e extremamente crítica em se tratando de licença social na palestra “The role of public policy and the future implications for transition metals”, como apontou Jimena Blanco, Verisk Maplecroft, de Buenos Aires, Argentina.

Azevedo, igualmente, discordou de Ricardo Monte Alto da Wood MacKenzie, New York, USA, que colocou o Brasil como pior país em sistemas regulatórios na sua palestra “Winning mining policies for the region”. 

Em sua palestra visivelmente mais atualizada e aprofundada, ele discordou dos palestrantes anteriores  e disse à Jimena os casos apontados como violações dos direitos indígenas são relacionados ao setor madeireiro, lamento sua falta de informação; e em referência a Ricardo, pediu as fontes e bases das informações, pois assegurava que em termos regulatórios o Brasil avançou muito com regras mais claras e transparentes principalmente com a ANM, ao final da palestra foi informado que os dados eram de 2015. 

Vejam na palestra anexa a posição da ABPM que inquestionavelmente identifica melhoras desde 2017 com o governo Temer e com o governo Bolsonaro. https://we.tl/t-21aaNNiUc1

 

Dúvidas ou sugestões
Estamos a disposição, caso tenha alguma dúvida ou sugestão, sinta se a vontade em entrar em contato conosco através dos contatos abaixo:
Fone: (61) 35477645
E-mail: abpm@abpm.net.br / secretaria_exec@abpm.net.br