Notícias

12 de novembro | 13:51

Fórum das entidades do setor mineral se reúne em Brasília

Aconteceu, na última sexta-feira (8), em Brasília, a segunda reunião no Fórum de Entidades Empresariais do Setor Mineral. A reunião teve como objetivos criar uma oportunidade de intensificar a interação entre as entidades da Cadeia Produtiva da Mineração, além de buscar alinhamento de posicionamentos na defesa de interesses do setor mineral sobre temas críticos.

Outro ponto considerado diz respeito à definição de novas agendas e espaços de articulação integrada entre as entidades. Além da ABPM, e os órgãos de governo (SGM/MME, ANM e CPRM), estiveram presentes a ABAL, ABIAPE, ABIMAQ, ABIROCHAS, ABREMI, ADIMB, ANEPAC, ASEMI, ASENI-DF, CBRR, IBGM, MINERONEGÓCIO e SNIC. Pela ABPM, estiveram presentes: o presidente Luís Maurício, os diretores Luiz Vessani, Marcos Gonçalves, Guilherme Simões, o presidente do Conselho Consultivo, Elmer Prata e o gerente executivo Miguel Nery.

Na verdade, o Fórum trata-se de um esforço coletivo das entidades participantes para se construir um alinhamento sobre propostas de novas políticas públicas para a cadeia produtiva da mineração. Nesse sentido, constaram na pauta apresentações sobre: Avaliação do Cenário Político Nacional (IBRAM); Garimpo na Amazônia e Polêmicas Recentes (ABPM); Contextualização das ações do governo (MME/SGM); Mapeamento Geológico e Pesquisa Mineral (CPRM); Reestruturação da Agência Nacional de Mineração (ANM). Também foi discutido, à parte, o tema Mineração em Terras Indígenas.

O presidente da ABPM, Luís Maurício Azevedo, ao falar pela entidade no tema Garimpos na Amazônia, comentou que o setor mineral tem que estimular e criar meios para a atividade garimpeira ser incluída e comprometida com o meio ambiente, e que é importante a sua regularização, inclusive para minimizar os conflitos, acabar com a exploração nociva de trabalhadores, e garantir a sustentabilidade, além de também zelar pelo melhor aproveitamento da jazida. 

“O garimpo no Brasil deveria seguir os passos das experiências dos prospectores canadenses e australianos, pois, nesses países, o garimpeiro hoje faz a pesquisa mineral e evolui para a condição de pequeno minerador adotando as melhores tecnologias de extração e beneficiamento mineral”, afirmou Azevedo.

Dúvidas ou sugestões
Estamos a disposição, caso tenha alguma dúvida ou sugestão, sinta se a vontade em entrar em contato conosco através dos contatos abaixo:
Fone: (61) 35477645
E-mail: abpm@abpm.net.br / secretaria_exec@abpm.net.br