Notícias

24 de janeiro | 20:57

Proposta da mineradora Riverbank é analisada pelo governo do Piauí

A vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho (PP), recebeu comitiva de executivos da Riverbank Resources Mineração, empresa australiana, que possui direitos concedidos pela União para extração de minérios no Piauí e estuda instalar no Estado uma mina de exploração e uma indústria siderúrgica no sudoeste piauiense. Os investimentos previstos são da ordem de US$ 1,5 bilhão.

A Riverbank já estuda a área cedida para exploração na prospecção de minérios na região de Anísio de Abreu e apresentou para o governo um relatório detalhado, com elementos de logística e de mercado, e o diferencial do ferro que será produzido no Piauí. Por ser concessionária da exploração dos minérios a empresa tem o direito de manter algumas informações dos estudos em caráter confidencial nesse primeiro momento.

Para a vice-governadora, os projetos de negócios no Piauí passam a ser um projeto do próprio Estado. “Hoje, nós nos reunimos todas as equipes de governo do Estado do Piauí que de alguma forma estão em pastas que interessam ao investimento. Nos reunimos, hoje, aqui, para discutir o cronograma do River Bank com o Estado do Piauí. O governo está à disposição para ajudar naquilo que for possível”, afirmou Margarete.

Com um investimento de US$ 1,5 bilhão (mais de R$ 4,5 bilhões) a empresa pretende consolidar sua infraestrutura de investimentos em até cinco anos. A previsão é de que sejam gerados 800 empregos diretos, e 2,4 mil indiretos.

A empresa acredita que seus investimentos devem livrar o Piauí da necessidade de comprar minérios de outros estados ou até de fora do país, e criar no estado a capacidade de suprir a necessidade de outros estados brasileiros. A mina deverá ser implantada em Anísio de Abreu e a siderúrgica em São João do Piauí. As informações são do Governo do Piauí.

Dúvidas ou sugestões
Estamos a disposição, caso tenha alguma dúvida ou sugestão, sinta se a vontade em entrar em contato conosco através dos contatos abaixo:
Fone: (61) 35477645
E-mail: abpm@abpm.net.br